Produtos cárneos tradicionais portugueses com teor de Sódio reduzido

ESAS-IPS

projeto consiste na produção de produtos cárneos tradicionais portugueses com novas formulações de salga. Pretende-se reduzir o teor de sódio (Na), recorrendo à substituição parcial do mesmo por potássio (K). Ou seja, o processo produtivo decorre da forma habitual, no entanto, o NaCl é substituído parcialmente na base molar equivalente por KCl. Os resultados mostram que o ião K+ atua como barreira à difusão de Na +, resultado num desvio do perfil salino (enriquecimento em K+) relativamente ao perfil teórico, constituindo uma mais-valia técnico-económica. Esta tecnologia aplica-se a mais de um produto cárneo. Tecnologicamente é possível obter diferentes produtos cárneos transformados. Com a adição de determinados compostos e a redução de outros, pretendemos contribuir para a diversificação deste tipo de produtos e ao mesmo tempo colmatar nichos de mercado. As tecnologias utilizadas são as existentes na indústria transformadora de carnes, no entanto, desenvolvemos uma formulação salina própria em termos da percentagem de NaCl e KCl. Temos resultados concretos em presunto de porco branco. Ir de encontro ao gosto dos clientes e/ou consumidores deverá ser um dos objetivos primordiais dos produtores de géneros alimentícios. A literacia alimentar por parte dos mesmos, levava-os a procurarem produtos mais saudáveis. Os produtos cárneos tradicionais com um teor de sódio que os permita tornarem-se mais salutares, contribuirão para a prevenção da morbilidade e da mortalidade cardiovasculares - nomeadamente o abaixamento da pressão sanguínea; e para a sobrevivência deste tipo de produto, concomitantemente, existirão benefícios económicos para os produtores e as regiões onde estes se inserem. MERCADO ALVO: Industria transformadora de carnes

Pretendo saber mais sobre esta tecnologia: